O Ministro de Estado e da Presidência do Conselho de Ministros, Fernando Elísio Freire, afirmou que o Governo quer que Cabo Verde seja um país cada vez mais saudável, inclusivo e que não deixe ninguém para trás, apelando a todas as famílias, os jardins infantis, os municípios e as entidades públicas e privadas a se envolverem na Campanha de vacinação contra Sarampo e Rubéola que iniciou hoje, 07 de novembro, em todo o país.

De referir que Fernando Elísio Freire presidiu, em substituição do Ministro da Saúde e Segurança Social, o ato de abertura oficial da Campanha que irá decorrer durante sete dias em todo o país, visando abranger todas as crianças com idade entre os 9 meses e os 4 anos, 11 meses e 29 dias, com o objetivo de contribuir na redução da transmissão, controlo e eliminação destas doenças a nível nacional, regional e mundial.

Para isso, lembrou o Ministro, Cabo Verde tem vindo a fazer um trabalho muito consistente para a eliminação total das duas doenças, salientando que desde 1997 não se regista nenhum caso de sarampo e desde 2008 nenhum caso de Rubéola no país.

Cabo Verde, refira-se, com um trabalho exemplar, distingue-se no grupo de países da região africana, pelos bons resultados obtidos na cobertura vacinal e prevenção de doenças, há mais de 10 anos.

“O nosso próximo desafio é conseguirmos ser reconhecidos como um país onde o Sarampo esteja completamente eliminado”, disse o Ministro, acrescentando que “queremos pensar global, mas agir localmente”.

Elísio Freire prosseguiu o seu discurso, frisando que as Nações Unidas e a Organização Mundial de Saúde sabem que podem contar com Cabo Verde para cumprir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e o Plano estratégico já definido até 2021, respetivamente.

O Governo está empenhado, determinado e a criar todas as condições para que os profissionais de saúde continuem a fazer o seu trabalho abnegado e vacinar todas as crianças de Cabo Verde, conforme avançou o Ministro de Estado.

“O objetivo é cumprir o desígnio nacional de vacinar todas as crianças para que possam construir um futuro saudável”, realçou o governante, avançando que a meta é atingir o número de 45 mil crianças em Cabo Verde, reiterando a chamada de atenção para a envolvência das instituições, estabelecimentos de saúde e entidades nessa campanha de sensibilização.

A estratégia de Vacinação será através de postos fixos de vacinação em todas as estruturas de saúde, sendo que nas zonas onde não há estas infraestruturas as equipas de vacinação deslocar-se-ão a todos os jardins infantis e outros locais preparados nas localidades mais distantes e/ou de difícil acesso.

A Campanha está enquadrada na Estratégia Global e Nacional de Eliminação do Sarampo e da Rubéola até o 2020 e é promovida pelo Ministério da Saúde e da Segurança Social/Direção Nacional de Saúde, através do Programa Alargado de Vacinação (PAV).

lancamento da campanha sarampo e rubeola 1

Ministério da Saúde e da Segurança Social

 
Palácio do Governo - C.P nº 47
Cidade da Praia
Ilha de Santiago - Cabo Verde
 
Direitos de autor © 2018 Ministerio da Saúde e da Segurança Social. Todos os direitos reservados.