Enquadrado nas comemorações do 10 Aniversário do Hospital Regional Santa Rita Vieira sob o lema “10 anos a Salvar Vidas”, o Hospital inaugurou, ontem 27 de março, a Unidade de Endoscopia e o Gabinete de Qualidade e Segurança do Doente.

O Ministro da Saúde e da Segurança Social, Arlindo do Rosário, que presidiu a cerimónia destacou a importância deste ato comemorativo, que a seu ver deve constituir mais um momento de reflexão e de balanço dos resultados conseguidos nesses anos de funcionamento deste Hospital.

“Mas, mais do que resultados traduzidos em estatísticas e indicadores, fazer o balanço dos impactos diretos e indiretos na saúde da população de Santiago Norte” afirmou Arlindo do Rosário.

Segundo o governante com abertura dos dois serviços, o hospital terá impactos a vários níveis, nomeadamente na diminuição das evacuações, da lista de espera, dos custos diretos e indiretos para as famílias, na diminuição dos custos para o INPS, e ainda na melhoria do atendimento médico.

Aponta que a segurança do doente, objeto e sujeito dos cuidados, devem ser uma prioridade e contribuir para alcançar a satisfação dos utentes dos serviços de saúde, como desafio a ser assumido e implementado por todos e em todos os níveis.

 Por seu turno, o Diretor do Hospital Regional Dr. Santa Rita Vieira, Imadoeno Cabral faz um balanço extremamente positivo dos ganhos em todas vertentes ao longos desses 10 anos de existência do hospital, considerando ser um modelo a nível do país.

Explica que todas as condições já estão criadas, por isso prevê-se para o início do mês de abril a entrada em funcionamento dos serviços inaugurados.

“A unidade de endoscópica permitirá melhorar a qualidade de serviço no hospital e sobretudo a diminuição das evacuações para o HAN e por outro lado, o gabinete de qualidade garantirá melhor segurança ao utente” acrescenta Imadoeno Cabral.

“Tratam-se de dois projetos que custaram 12 mil contos, cofinanciados pelo INPS e contará com o apoio do Instituto da Qualidade e Propriedade Intelectual na vertente técnica e no acompanhamento na implementação de normas e procedimentos e na melhoria contínua”, conclui Cabral.

A Presidente da Comissão Executiva do Instituto Nacional de Previdência Social, Orlanda Ferreira, explica que esses projetos foram cofinanciados no quadro da responsabilidade social do INPS.

“Abraçamos esse projeto desde da primeira hora, pois o INPS para cumprir a sua missão deve, lá onde há necessidade, criar as condições para que haja maior equidade, maior igualdade de tratamento de todos os pacientes que necessitarem dos serviços médicos”, assegura Orlanda Ferreira.

“Entendemos sim que devemos colaborar para minimizar o sofrimento dos doentes, também estamos a colaborar com os não-beneficiados do INPS, porque esses equipamentos não se destinam exclusivamente aos beneficiários do INPS, mas destinam-se a toda a população independentemente de comparticipar para o sistema ou não por isso que nós abraçamos esse projeto à semelhança de outros projetos em outras regiões que nós temos” acrescenta Ferreira.

Durante o ato foi ainda prestada uma homenagem aos Profissionais de Saúde com mais 25 anos de serviço e para assinalar o Dia da Mulher Cabo Verdiana, foram distribuídas rosas a todas a mulheres.

foto 10 Aniversario RSSN

 

 

 

Ministério da Saúde e da Segurança Social

 
Palácio do Governo - C.P nº 47
Cidade da Praia
Ilha de Santiago - Cabo Verde
 
Direitos de autor © 2018 Ministerio da Saúde e da Segurança Social. Todos os direitos reservados.