O Ministério da Saúde e da Segurança Social (MSSS) em parceria com Instituto Nacional de Estatística (INE), realiza a partir do dia 15 de fevereiro de 2018, o terceiro Inquérito Demográfico e de Saúde Reprodutiva (IDSR-III). 

A realização do IDSR-III, considerada uma prioridade Nacional para 2018, terá como principal objetivo fornecer dados estatísticos atualizados e de qualidade, desagregados a nível nacional e infranacional sobre a situação sociodemográfica e de saúde dos cabo-verdianos e, particularmente das crianças e mulheres, para informar sobre os progressos em relação aos compromissos nacionais e internacionais para o desenvolvimento social.

 

“Há a necessidade de atualizar esses dados, conhecer a real situação do país relativamente aos indicadores sociais que tem a ver com a sobrevivência das crianças, o planeamento familiar, a proteção das crianças e das mulheres, por forma a melhorar o conhecimento dos progressos alcançados, por Cabo Verde em relação aos compromissos nacionais e internacionais em vários domínios, e ter uma base de partida para a avaliação futura dos ODS”, explicou ontem, a diretora Nacional da Saúde, Maria da Luz Lima, durante uma Conferência de Imprensa. Esta iniciativa, serve também, conforme a responsável, para “adequar as nossas intervenções para as necessidades identificadas nesse inquérito”.

 

O IDSR III, abrange duas vertentes HIV e anemia, sendo que tem como objetivo conhecer melhor a situação sociodemográfica e a saúde reprodutiva dos cabo-verdianos; medir a prevalência do VIH/SIDA e da anemia, estudar a violência baseada no género e avaliar o estado nutricional das crianças e das mulheres.

 

Durante o trabalho de terreno serão recolhidos sangue para o teste de anemia, (com picada única na ponta do dedo) nas crianças menores de 6 anos, nas mulheres e homens e, também, serão recolhidos sangue em homens e mulheres para o teste de VIH Sida, sendo que tudo será feito em anonimato e confidencial.

 

“Os dados recolhidos servirão para melhorar a intervenção na sociedade e necessitamos, por isso, de instrumentos que nos orientam para como direcionar as nossas atividades de saúde pública”, acrescenta.

 

Por se tratar de um inquérito de grande envergadura, o Presidente do Conselho de Administração do Instituto Nacional de Estatísticas, Osvaldo Borges, pede a “colaboração e o envolvimento de todos, de forma a alcançar os objetivos almejados”. Assegura que estão já todas as condições definidas para o arranque do inquérito e que espera -se ter os resultados preliminares prontos até setembro deste ano.

 

Trata-se de um projeto executado pelo Instituto Nacional de Estatística em parceria com o Ministério da Saúde e da Segurança Social e conta com apoio financeiro de cerca de 200 mil contos disponibilizada pelo Governo e pelos parceiros.

foto conferencia imprensa IDSR III

 

 

 

 

Ministério da Saúde e da Segurança Social

 
Palácio do Governo - C.P nº 47
Cidade da Praia
Ilha de Santiago - Cabo Verde
 
Direitos de autor © 2018 Ministerio da Saúde e da Segurança Social. Todos os direitos reservados.